Procurar
Procurar

Comunicação Humanizada: você já ouviu falar?

É instintivo: a comunicação é uma necessidade. Desde a idade da pedra, os indivíduos utilizam da linguagem para interação e principalmente para a sobrevivência. Com o passar dos anos, milhares de formas de comunicação foram criadas e aprimoradas, a fim de facilitar o cotidiano das pessoas e das relações interpessoais. 

Com a chegada da internet, benefícios inquestionáveis e inimagináveis foram trazidos à sociedade. Porém, com a robotização das funções, a comunicação em seu sentido emocional perdeu-se neste cenário, fazendo com que as pessoas sentissem falta da conexão real entre seus semelhantes. Foi aí que nasceu a comunicação humanizada: uma forma de posicionamento presente, valorizando o indivíduo, suas necessidades e anseios. 

A comunicação humanizada visa suprir as carências humanas advindas da tecnologia. Além disso, tem como objetivo trazer às pessoas mais empatia, respeito, sensação de pertencimento e acolhimento.

Neste artigo, abordaremos sobre a importância da comunicação humanizada no âmbito empresarial e como essa poderosa ferramenta pode transformar o seu modo de se relacionar com o seu público! Acompanhe:

Aproximação: o ponto chave da C.H

Muito se engana quem acredita que a comunicação entre empresa e seu público se baseia apenas na compra de produtos ou serviços, suportes e atendimentos. Hoje o perfil do consumidor é participativo, engajado e fiel às organizações que se sente representado, seja por sua visão, missão ou valores.

Portanto, a comunicação entre empresa e público vai muito além do diálogo; essa é capaz de unir e fidelizar relações duradouras entre empresa e consumidor.

Uma pesquisa realizada pela Forrester, em 2020, apontou que 25% das companhias correm o risco de perder mais de 1% de sua receita anual por não atingir o nível de satisfação em respostas aos clientes. Isso significa que a comunicação reflete diretamente em todos os âmbitos empresariais, desde a compreensão entre emissores e receptores a retornos financeiros positivos ou negativos.

E a falta de humanização não reflete apenas no cenário externo: a comunicação interna faz toda a diferença na obtenção de bons resultados, afinal, funcionários que possuem uma comunicação efetiva tornam-se mais engajados, reforçam os princípios defendidos pela empresa e transformam as relações e o ambiente de trabalho em locais mais saudáveis.

Portanto, se sua empresa deseja estar em evidência, é necessário se atentar: investir em marketing de humanização, valorizar as relações entre os colaboradores e estabelecer um vínculo de confiança e conectividade entre seu público e o seu negócio pode resultar em consequências consideráveis para sua organização.

E você? Investe em uma comunicação humanizada? Possui um diálogo direto com seu público? Deixe aqui nos comentários, adoraremos compartilhar novos conhecimentos com você!