Procurar
Procurar

Psicologia das cores: o que é e como usar no Marketing

Mais do que pode ser dito ou escrito, as cores também têm o poder de transmitir uma mensagem, às vezes, muito mais eficiente que as palavras. E ignorar esse recurso tão poderoso pode afastar futuros clientes da sua empresa.

As cores que você enxerga são capazes de influenciar o seu humor, de liberar substâncias no seu organismo e de influenciar o seu cérebro a fazer determinada ação. Por isso, marcas de sucesso estudam as melhores práticas para comunicar seu posicionamento através delas.

“A cor representa 85% da razão pela qual você comprou um produto específico”, segundo Neil Patel, um dos maiores nomes do Marketing Digital.

Psicologia das cores

A Psicologia das Cores é um estudo que busca compreender o comportamento humano em relação às cores. Dessa forma, essa área da psicologia analisa e define quais os efeitos que cada cor gera nas pessoas, como mudanças nas emoções, nos sentimentos, a criação de desejos e muito mais.

No livro “Color Psychology and Color Therapy” o autor Faber Birren afirma que as cores influenciam diretamente nas decisões que tomamos durante o dia. Segundo Birren, cada cor tem ação individual em ações humanas e nosso cérebro associa cada uma a diferentes emoções.

Mas afinal, o que cada cor transmite?

De acordo com a psicologia, uma mesma cor pode transmitir diversos sentimentos ou lembranças. Cabe a você analisar qual ou quais são mais pertinentes para inserir dentro do contexto da sua na sua marca, produto ou propaganda.

Vermelho: raiva, paixão, fúria, desejo, excitação, energia, velocidade, força, poder, calor, amor, agressão, perigo, fogo, sangue, guerra, violência.

Amarelo: sabedoria, relaxamento, alegria, otimismo, imaginação, claridade, verão, desonestidade, covardia, traição, cobiça, engano, doença, perigo, advertência, cuidado.

Laranja: humor, energia, equilíbrio, calor, entusiasmo, vibração, expansão, extravagância, excessivo, flamejante.

Verde: cura, calma, perseverança, autoconsciência, orgulho, meio ambiente, saudável, boa sorte, renovação, juventude, vigor, generosidade, fertilidade, ciúme, inveja, imaturidade, destruição.

Azul: fé, espiritualidade, contentamento, lealdade, paz, tranquilidade, calma, estabilidade, harmonia, unidade, confiança, verdade, conservadorismo, segurança, limpeza, ordem, tecnologia.

Roxo/Violeta: erotismo, realeza, nobreza, espiritualidade, cerimônia, misterioso, transformação, sabedoria, conhecimento, iluminação, crueldade, arrogância, luto, poder, sensibilidade, intimidade

Cinza: riqueza, glamour, fascínio, diferença, natural, liso, suave, macio, elegante, tecnológico.


Infográfico da The Logo Company traduzido para o Português/BR. (Foto: Divulgação)

Atenção! Nem tudo é o que parece!

Cada cultura tem uma maneira diferente de entender e interpretar cada uma das cores existentes. Cores têm grande influência em crenças religiosas, políticas ou práticas culturais. Entender como cada pessoa pode interpretar as cores se baseando no meio que se encontra é essencial para não errar ao usá-las na identidade da sua marca ou produto. Um exemplo disso é a cor branca, que conhecemos por simbolizar a paz mas no oriente ela tem carácter fúnebre, ou seja, representa a morte.